notícias

Há dez anos ICISMEP oferta equipamento que chega agora ao SUS

Instituição inovou trazendo para seu rol de procedimentos o OCT, equipamento que ajuda no diagnóstico de diversas doenças de origem oftalmológica

Desde 2009 a Instituição de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba (ICISMEP) utiliza equipamento que realiza a tomografia de coerência óptica, um exame complementar utilizado no diagnóstico das doenças da retina e vítreo, consistindo na obtenção de cortes transversais da retina e interface vitreoretiniana, capaz de avaliar as camadas retinianas, da escavação do nervo óptico e da camada de fibras nervosas peripapilares.

O uso do OCT, como é conhecido o equipamento, permite diagnóstico diferenciado e ajuda a equipe médica em relação à melhor decisão terapêutica a tomar. Atualmente o OCT exerce papel importante junto aos usuários da instituição com os mais variados tipos de disfunções oculares, em especial, aqueles que possuem Glaucoma, doença na qual existe forte  correlação entre as alterações detectadas no OCT e os defeitos encontrados nos campos visuais.

A instituição possui  mais de cinco mil usuários atendidos pelo programa  de  Glaucoma, que além de ofertar as consultas trimestrais de acompanhamento, doa o colírio de uso constante.

Equipamento passou a integrar a rede SUS a partir de janeiro de 2019

Quando a ICISMEP passou a ofertar o OCT tornou-se a única unidade do Sistema Único de Saúde (SUS) do país a fazê-lo. Em 2019, quando a instituição comemora dez anos da prestação deste serviço, ele chega à rede SUS para atendimento a pacientes acima de 60 anos. O equipamento, porém, está disponível ainda em poucas unidades de saúde da rede pública.

Na ICISMEP o aparelho é usado para atender todo e qualquer paciente que, durante a consulta, o médico perceba a necessidade do OCT para aumentar a precisão do diagnóstico. Somente em 2018 foram cerca de 650 exames de tomografia de coerência óptica realizados pela instituição. Além do exame com o OCT, a ICISMEP oferta aos seus usuários, também com início de forma inédita, a injeção de Avastin, usada para tratar casos de doenças já confirmadas, com objetivo de estabilizar a sua evolução. As injeções intravítreo também chegaram ao SUS agora, juntamente com o OCT. Desde que começou a ser usado o aparelho já ajudou milhares de usuários na prevenção de possíveis doenças do vítreo e da retina.

Além da sua importância no diagnóstico das doenças já citadas, o OCT tem como uma de suas grandes vantagens a sua simplicidade, rapidez, segurança e a alta qualidade e resolução das imagens obtidas. O pioneirismo da ICISMEP é uma de suas principais características. Prova disso, é que logo depois do OCT, em 2010, o consórcio trouxe, também como novidade no SUS, as cirurgias de Vitrectomia. Procedimento usado para o tratamento de diversas doenças oftalmológicas, como descolamento de retina, tromboses venosas, hemorragia vítrea e buraco macular. Durante algum tempo, a instituição foi o único prestador do serviço pelo SUS em Minas Gerais, fora do ambiente acadêmico. Os serviços estão disponíveis para usuários de todos os municípios consorciados.

 

Contato

Entre em contato pelo formulário ou pelos telefones das nossas unidades:

Instituição de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba ICISMEP

Betim

  • Administrativo
  • Rua São Jorge, 135, Brasiléia
  • 31 2571.3026
  • Centro de especialidades prefeito toninho resende
  • Rua Córsega, 318, Arquipélago Verde
  • 31 3512.4400
  • CEC Brumadinho

  • Rua Barão do Rio Branco, 108
  • 31 3571.1666